fbpx

Turismo movimenta a economia e estrangeiro gasta 3,5% a mais em destinos brasileiros

Os gastos dos turistas estrangeiros no Brasil cresceram 3,49% de janeiro a setembro deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita cambial do turismo no acumulado do ano, valor relativo às compras realizadas com cartão de crédito e às trocas oficiais de moeda, foi de US$ 4,51 bilhões frente aos US$ 4,36 bilhões de 2017.

Apesar do resultado positivo, o mês de setembro registrou entrada de divisas 8,28% menor ante o mesmo mês do ano passado. Os gastos dos estrangeiros somaram US$ 373 milhões, uma retração frente aos US$ 407 milhões de 2017.

              Quer planejar a sua viagem? Clique aqui e fale conosco – WhatsApp: (31) 98434-1753             

O volume de gastos de brasileiros no exterior também caiu em setembro, passando de US$ 1,72 bilhão no ano passado para os atuais US$ 1,19 bilhão. A variação de 30,7% configura a maior queda verificada em 2018.

Segundo o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, o resultado mostra a reação do consumidor à alta da cotação da moeda norte-americana, que inibiu viagens ao exterior. “Há motivos de sobra para revertermos o gasto do brasileiro para dentro do Brasil. Primeiro porque este é um país completo – dos parques às praias, das metrópoles ao turismo rural. Segundo: a variação cambial cria incertezas na viagem ao exterior, o que não acontece em uma viagem planejada dentro do Brasil. E, por último, temos uma economia em recuperação e destinos cada vez mais preparados”, analisa.

No acumulado do ano, a despesa cambial do turismo, de US$ 13,88 bilhão, foi 1,9% menor do que o apurado de janeiro a setembro de 2017. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (22) pelo Banco Central.

 

              Quer planejar a sua próxima viagem? Clique aqui e fale conosco – WhatsApp: (31) 98434-1753             

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *